segunda-feira, 22 de junho de 2009

INVOCANDO A DEUSA INVOCANDO O DEUS


Rainha e Mãe dos Deuses e dos homens, eu te convoco ao meu círculo para que presencies meu ritual, protejas meu círculo e me preencha com teu amor. Mãe Bendita, Danann, Brigith, Cerridwenn, Aine, Ísis, Astarte, Hécate, Deméter, Perséfone, Innana, Lilith. És a Deusa de múltiplos nomes e és a Guardiã dos mistérios de Eleusis e dos segredos femininos. Compareça eu peço, com seu raio de poder em meu círculo.
Bem-vinda sejas!

INVOCANDO O DEUS

Deus e Pai, eu te convoco ao meu círculo para que presencies meu ritual, protejas meu círculo e me preenchas com teu amor. Lugh, Cernunnos, Dagda, Osíris, Hades, Hórus, Baal, Apolo, Hermes, Anúbis, Dumuzz. Tu és o Guardião do Templo e que cuidas da tradição, que fertiliza a terra e que morre a cada ano na primavera. Compareça eu peço, com todo o seu poder em meu círculo.
Bem-vindo sejas!

O Círculo está selado pelo poder dos Deuses e dos Guardiões. Que eles me guiem e me protejam!

Depois fique em pé em frente ao altar e com o athame erguido para cima diga:

Eu celebro o ápice do verão com ritos místicos.
Ó Grande Deusa e Deus,
Toda a natureza vibra com suas energias
E a Terra é banhada com calor e vida.
Esse é o momento de esquecer problemas passados;
Agora é hora da purificação.
Ó ígneo Sol,
Queime o que é inútil,
O que machuca,
O mal,
Com seu poder onipotente.
Purifique-me!

Continue dizendo:

Que cessem todas as penas!
Que cessem todas as disputas!
Esse dia é para viver!
Dou graças a Deus Mãe e ao Deus Pai,
Pela riqueza e bondade da vida!

Se você está realizando esse ritual em meio a natureza, é muito importante construir uma fogueira (sempre ao sul) para queimar os saquinhos com ervas. Caso isso não seja possível, deves acendê-lo na chama da vela vermelha e depois deixar queimar dentro do caldeirão. Sempre coloco dois caldeirões em meu altar, para ser usado em uma situação como esta.Os saquinhos, para relembrar, simbolizam todos os seus problemas, dores, angústias e doenças.

Quando estiver queimando diga:

Eu os elimino pelos poderes da Deusa e do Deus!
Eu os elimino pelos poderes do Sol, da Lua e das Estrelas!
Eu os elimino pelos poderes da Terra, do Ar, do Fogo e da Água!

Faça uma pausa, observando as dores e os sofrimentos sendo queimados. Diga então:

Ó Generosa Deusa, Ó Generoso Deus,
Nessa noite mágica de Litha,
Peço que tragam para minha vida muita felicidade
E me ajudem a me conectar
com as boas energias
suspensas no ar encantado da noite.
Eu agradeço!

Faça uma parada para refletir. Sinta a energia da Natureza fluir através de você. Visualize a luz dourada divina entrando pelo seu chakra coronário e invadir todo seu corpo. Conecte-se com a Deusa e o Deus. Permaneça refletindo por uns 10 minutos, depois inicie a celebração de seu banquete.

Esse ritual é ideal para prática de qualquer tipo de magia, como as para o amor, proteção e cura. Mas antes de iniciar qualquer tipo de atividade, convide os participantes para pular a fogueira ou acenda uma vela vermelha dentro do caldeirão e faça todos pularem três vezes sobre ele para renovar as energias.

Depois é hora de iniciar o banquete. Coloque então os suco, o vinho, ou a bebida que irá servir sobre o pentagrama e diga:

"Senhor da Colheita, Senhora da Fertilidade, bendigam esta bebida que lhes apresento em sua honra".

Suspenda com as mãos, um a um os pratos de oferendas com os alimentos, dizendo:

"Senhor da Colheita, Senhora da Fertilidade, bendigam esses alimentos que lhes apresento em sua honra".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário