sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Santa Bárbara


A 4 de Dezembro é comemorado, em todo o mundo, o dia de Santa Bárbara. A este propósito dá-se a conhecer um texto (extraído de uma palestra proferida pelo Prof. F. Mello Mendes no Instituto Superior Técnico, nas 1as Jornadas de Comemoração do Dia de Santa Bárbara, em 4 de Dezembro de 2003) acerca do historial e culto, que explica a origem da devoção dos mineiros por esta figura.

Para compreender a devoção dos mineiros por Santa Bárbara importa entrar um pouco no conhecimento da história da respectiva vida lendária. Sobre esta história existem numerosas versões, a mais difundida das quais considera Bárbara nascida no início do Séc. IV em Nicomédia, actual Ismite, cidade da antiga Bitínia, na Ásia Menor, junto ao Mar de Mármara; era então Imperador Romano Maximiano Hércules.

Segundo esta versão, Bárbara era uma jovem invulgarmente bela, filha de Dióscoro, homem rico e poderoso, adorador dos deuses grego-romanos. Este, desejando destinar sua filha a um bom casamento, que também constituísse para ele uma vantajosa aliança, e por ter de partir em viagem, encerrou-a numa torre, mandando construir ali um balneário com duas janelas.

No seu isolamento, Bárbara terá entrado em profunda meditação, acabando por se converter à fé cristã, então seriamente proibida no país e já motivadora de perseguições. Na ausência do seu pai, Bárbara mandou abrir no seu balneário uma terceira janela para que assim, segundo ela, recebesse uma luz que representasse a Santíssima Trindade. Também iluminada pela Santíssima Trindade terá desenhado uma cruz com o dedo, no mármore da balneário, que ali ficou profundamente gravada e que, conforme vários relatos, teve efeitos milagrosos para os que, mais tarde, a tocaram. Além disso mandou destruir os ídolos pagãos que seu pai ali tinha.

Quando Dióscoro regressou da viagem, interrogou sua filha, que explicou o que tinha feito e informou seu pai que recusava qualquer casamento, pois já se tinha destinado a Jesus Cristo. Aquele, furioso, desembainhou a espada para a castigar, o que fez com que Bárbara fugisse e se ocultasse no interior de um rochedo que, segundo a lenda, se terá aberto para a esconder. Numa versão da Idade Média, que situa a história lendária de Bárbara perto de Atenas, a jovem terá sido protegida por mineiros de Laurio que a esconderam na sua mina. Denunciada por um pastor, Bárbara terá sido entregue ao seu pai que a levou a Marciano, máxima autoridade romana da cidade, acusando-a de professar o Cristianismo. Marciano quis perdoá-la, se Bárbara aceitasse os deuses de Roma, mas a jovem terminantemente recusou.

Por várias vezes açoitada cruelmente, Bárbara terá pedido sempre o auxílio a Deus, tendo Jesus aparecido assegurando-lhe que estaria sempre a seu lado, de modo que as crueldades dos tiranos nada pudessem contra ela. Nesse momento, Bárbara ter-se-á sentido curada e terá dado muitas graças a Jesus, assegurando-lhe que o seguiria para sempre.

Não conseguindo demovê-la da sua fé em Jesus, Marciano, no cúmulo do furor, tê-la-á mandado decapitar. Dióscoro, seu pai, que terá solicitado ser ele o executor, terá levado Bárbara ao alto de um monte onde esta se terá ajoelhado e pedido a Jesus que, na hora da sua iminente morte, a absolvesse de todos os seus pecados. Levada pela sua bondade, terá pedido também que a mesma graça fosse concedida a todos os que, em situações de morte iminente, por seu intermédio implorassem a Extrema Unção. Tendo recebido de Jesus a garantia da satisfação destes pedidos, Bárbara terá sido decapitada pelo seu cruel pai. Isto ter-se-á passado no dia 4 de Dezembro, dia de futuro dedicado à Santa. Continua a lenda que, entretanto, o céu escurecera, se tornara tempestuoso e que, quando Dióscoro encetou o regresso do monte, um raio o fulminou, reduzindo-o a cinzas. E assim, enquanto Bárbara terá subido ao Céu levada por anjos, Dióscoro terá descido ao Inferno para ser atormentado para sempre pelos demónios.

A adoração da Santa Bárbara por parte do mineiros, ao ponto de a elegerem como Padroeira, poderá encontrar-se na sua história lendária. Para além de relações possíveis, que podem ser consideradas menores, do refúgio de Bárbara no interior da terra , quando primeiramente perseguida pelo pai, parece fora de dúvida que o motivo essencial da adoração se encontre na súplica, feita pela Santa a Jesus, para que, quando em situações de morte iminente, todos os que implorassem a Deus, por seu intermédio, a Extrema Unção, a obtivessem, ficando absolvidos de todos os seus pecados. Tais situações de morte iminente tê-las-iam sempre os mineiros diante dos olhos quando no seu trabalho no subsolo.

Este também é o motivo pelo qual Santa Bárbara é também venerada, como Padroeira, por outras profissões (artilheiros, pirotécnicos, bombeiros, etc.); outras profissões, relacionáveis com a torre, tanto quanto à respectiva construção (cabouqueiros, pedreiros, arquitectos) como quanto à respectiva utilização como prisão (presidiários, se tal se pode considerar uma profissão, e guardas de prisão), têm igualmente a Santa como Padroeira. No mundo inteiro, Santa Bárbara mantém-se Padroeira dos mineiros.

7 comentários:

  1. Em primeiro lugar PARABÉNS!! pelo site. Será que eu poderia postar alguns de seus textos no Mundo Aruanda? Claro que, com os devidos créditos, pois não postamos nada sem colocar a fonte. Gostaria de apresentar-lhe o Portal Mundoa Aruanda. O Portal Mundo Aruanda não é apenas um portal sobre a religião espírita ou espiritualista.
    O Mundo Aruanda é uma grande família que se tornou tb uma rede social, como orkut, facebook, enfim...
    Temos muitos artigos, sobre Umbanda, Candomblé, Kardecismo e estamos abertos a novas parcerias, qquer pessoa que quiser colaborar nos enviando textos, será muito bem vinda, basta enviar o texto para mara@mundoaruanda.com . Postamos seu texto com os devidos créditos, podem ficar muito tranquilos quanto a isso. Temos tb notícias atualizadas diariamente, assim como vídeos, um chat. No momento em nossas Imagens estão as fotos da abertura da 1ª Semana de Umbanda em São Paulo, o Mundo Aruanda esteve lá.
    Nossa Rádio, Ao Som dos Orixás, são tocados pontos e diversas músicas louvando os Orixás. Estamos divulgando tb o trabalho de nossos artistas: Valéria Barbosa, Liz Hermann, Luci Rosa, Rita Ribeiro. Vc tb pode pedir sua música em aosomdosorixas@mundoaruanda.com vc pede e nós tocamos, pode tb nos seguir no Twitter @mundoaruanda @maratozatto.
    Tudo isso, feito com muito amor pela nossa querida Umbanda. Ajude-nos a divulgar o www.mundoaruanda.com , pois, juntos levaremos adiante a bandeira de nosso amado Pai Oxalá.
    Obrigada
    Um gde Axé!

    ResponderExcluir
  2. Oi
    Gostei do seu blogue.
    Está informativo e lindo.
    Namasté
    Maria Souza

    ResponderExcluir
  3. Adorei em saber um pouco da historia da nossa santa Barbara.

    ResponderExcluir
  4. Muito bom gostaria de convida-lo a ver meu site se assim desejar...
    http://portugalmisterioso.no.comunidades.net/

    Que Deus esteja consigo...

    Andriel Seth

    ResponderExcluir
  5. Muito bom.. Gostaria que voce seguisse o meu blog.. Um blog fresquinho.. http://thalita-umbandaquerida.blogspot.com.br/

    Que DEUS e SANTA SARA KALI lhe abençoe hoje e sempre. Axé

    ResponderExcluir
  6. olá, vcs aceitam parceria de link? meu blog é http://www.linhasdaumbanda.com

    meu e-mail é contato@leandrocb.com

    é só me enviar o link do seu blog com o nome que deseja que apareça...

    aguardo retorno!!

    ResponderExcluir